|faz-me espécie|

chega mesmo a irritar-me alguns comportamentos à mesa.

desde a forma como se segura o garfo [nada de punhos cerrados em torno do garfo com o polegar a vir por cima], à velocidade com que se leva a comida à boca, à quantidade de comida que se leva à boca, aos barulhos que se fazem e até mesmo à forma como se arrumam os alimentos no prato.

não sei se terei algum tipo de comportamento obsessivo-compulsivo mas são coisas que me irritam e às quais dificilmente fico indiferente.

é isso e estragar comida. pedir uma torrada para pequeno-almoço e deixar ficar a côdea e uma boa parte do miolo agarrado. olhava-se para aquele prato e era bem pior que o mar dos sargaços. mais de metade da torrada estava ali, esfrangalhada.

pergunto-me eu: se não gostam de côdea, porque não pedir uma torrada aparada? ou um pão? ou outra coisa qualquer que não tenha aquelas extremidades?

a questão de “tanta gente a passar fome e “aquilo” ali vai direto para o lixo” também me ocorre… mas a irritação com o estado em que fica o prato, a mesa e os guardanapos causa-me uma espécie de urticária.

 

Anúncios
|faz-me espécie|

Para bater à porta...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s