|a Humanidade não é flor que se cheire|

já dizia Saramago e ouvi-o hoje nas palavras de Maria Rueff em entrevista à Maria Capaz.

“Nós somos muito a comédia triste. Somos muito comezinhos, muito invejosozinhos, muito egocentradozinhos”

toda a entrevista poderia ser citada aqui, pois gosto imenso da Maria Rueff. há qualquer coisa de agridoce nesta mulher super talentosa que me deixa rendida.

“Dêm-nos o direito de chorar,de sofrer, de mostrar os lutos e mais, de mostrar que a vida tem falhas, tem erros, tem Outonos.”

hoje, não sei se será do cinzento da rua, do frio e da humidade lá fora, era capaz de a ouvir em loop.

Anúncios
|a Humanidade não é flor que se cheire|

Um pensamento sobre “|a Humanidade não é flor que se cheire|

Para bater à porta...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s