|com a cabeça do lado de fora da janela|

é difícil estar concentrada quando o pensamento está longe.

é difícil ficar confinada aqui dentro quando o corpo quer seguir lá para fora. apesar da chuva e do vento.

o tempo fora daqui não chega, nunca é suficiente.

não chega para te ver, para falar contigo, perceber o que te atormenta.

não chega para te tranquilizar, para te dizer – e mostrar – que está tudo bem.

não chega para te fazer sentir que está tudo bem.

o tempo aqui dentro demora a passar, arrasta-se, faz-se sentir lento e demorado.

esta coisa do tempo é relativa. tal como estar bem é relativo. tal como tudo o resto é relativo quando o tempo teima em não passar.

|com a cabeça do lado de fora da janela|

2 pensamentos sobre “|com a cabeça do lado de fora da janela|

Para bater à porta...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s