[o melhor do meu dia] – novas rotinas

Levantar quando ainda está escuro lá fora, tomar banho, tomar pequeno-almoço e espreitar as notícias. Vestir pegar nas coisas e sair rápido de casa rumo à estação.

Apanhar comboio [apinhado de estudantes e de gente], mudar para o metro, sair para a rua e sentir o ar gelado no rosto.

Descer a avenida e sentir o cheiro a café que vem de algumas portas… ainda tenho tempo de parar para um café antes de começar de novo.

Volto a subir a avenida depois do anoitecer.

Volto a apanhar metro e depois comboio para, finalmente [e como sabe bem dizer “finalmente” e senti-lo!] chegar a casa.

Não me calo enquanto preparo o jantar, não me calo durante o jantar… falo tudo o que não falei durante o dia e mais até!

Que saudades eu tinha disto! Apesar de estar em casa, trabalhava imenso e mantinha certas rotinas… mas sentia falta do frenesim da cidade, do tic-tac do relógio, da pressão do tempo… sentia falta de me poder queixar da falta de tempo sem ser olhada de soslaio.

Já preparei tudo para amanhã começar o dia calmamente: almoço, lanche, roupa, agenda, e todas as tralhas que levo comigo.

Para muitos, isto pode ser uma existência idiota… para mim é simplesmente uma nova rotina – e eu sou pessoa que precisa de rotinas para se sentir bem.

(agora só tenho de aprender a deitar-me cedo, mas um passo de cada vez!)

Rotinas - Os meus novos companheiros dos dias longos
Rotinas – Os meus novos companheiros dos dias longos
[o melhor do meu dia] – novas rotinas

Para bater à porta...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s